JEJUM - O Melhor Momento da Intimidade com Deus

Dedicatória

A Deus e a Seu amado Filho Jesus, que nos deu de Sua graça e me inspirou pelo Seu Espírito Santo, na elaboração desta matéria, de grande importância na vida da Igreja do Senhor Jesus Cristo na Terra.
A minha amada esposa Elidia, que sempre dedicada e prestativa, muito me ajudou, incentivando-me a prosseguir, sem desanimar.
A meus amados filhos: Lidiane e Leonardo, que me dispensaram suas compreensões, dando-me liberdade de trabalhar nesta matéria, sem por eles ser interrompido.
Aos pastores, que mostrando amor pelas ovelhas, abriram as portas da Igreja do Senhor Jesus Cristo, que estão sob seus auspícios cuidados, para que pudéssemos ministrar este estudo de grande carência no meio Evangélico.
A todos os participantes deste estudo e àqueles que adquiriram esta apostila colaborando com o nosso ministério missionário.
Enfim... a todos que direta ou indiretamente, nos ajudaram com suas orações.
Muito Obrigado.
Pr. Gilvan Marques de Farias



INTRODUÇÃO:

Muitos irmãos nossos que militam no Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo têm dúvidas quanto à maneira de se praticar um jejum que seja coerente aos padrões bíblicos, ou que esteja à altura daquilo que Deus realmente quer. Pensando nisto, tomamos a liberdade de poder compartilhar com nossos amados irmãos o que realmente significa, qual a importância, e o porque devemos jejuar. Esta prática iniciada desde o Velho Testamento, já na época de Moisés, quando este foi preparado pelo Senhor para uma função muito importante no comando de seu tão numeroso povo, quando o mesmo foi incitado por Deus a tirar o povo do Egito e também outros personagens do Antigo Testamento, como: Davi, Esdras, Ester, etc, enfim, foi para manifestar uma comunhão mais profunda com Deus e para que o mesmo pudesse fazer valer tal sacrifício, atendendo ou não a necessidade daquele que o praticara.
No Novo testamento, encontramos Jesus, os discípulos, Paulo, etc. Praticando jejum com objetivos bem definidos. Isto prova-nos que há uma necessidade de jejuarmos, pois tal sacrifício, nos aproximará mais de Deus e fortalecerá nossa alma, para que ela não peque, enfraquecendo a carne e suas paixões. Jejuar é estar em conformidade com a santidade que Deus tanto almeja para seus filhos. É u estado de plena satisfação do espírito santo, que encherá quem assim procede, fortalecendo seus corações e capacitando a enfrentarem situações, que requeiram uma condição de espiritualidade acima do âmbito humano, pois para expulsarem certas castas de demônios, é necessário jejum e oração. Jejuar faz bem a alma e o espírito.

JEJUM – Abstinência total ou parcial de alimentos; espaço de tempo que se dá o jejum.

JEJUAR – Abster-se de comer ou beber líquidos; guardar jejum (fig.) privar-se de qualquer coisa.

PORQUE O CRISTÃO DEVE JEJUAR?

Quando o cristão abstém-se de ingerir qualquer tipo de alimento, automaticamente, passa a dar uma atenção especial à alma. Passando a alimentá-la com os manjares de Deus.
A alma do cristão é alimentada com a PALAVRA DE DEUS, a ORAÇÃO, o LOUVOR, a ADORAÇÃO, e é claro, com o JEJUM, que são fatores preponderantes, que colocam o servo de Deus, bem próximo da intimidade com o Seu Senhor. O mesmo aproveita tal período para fazer: confissão de pecados, orar, suplicar, gemer, chorar abundantemente na presença Majestosa de Seu Salvador, o Senhor Jesus Cristo, mantendo-se em atitude humilde em espírito de adoração e dedicada oração.

QUANDO DEVEMOS JEJUAR?

A Palavra de Deus nos revela ocasiões especificas onde o jejum era apropriado, e como podemos tirar proveito destes ensinos para melhor vivermos na presença de Deus. Vejamos:

1- Quando Houver Calamidades Públicas - Usava-se fazer jejum nos tempos em que se davam calamidades no meio do novo de Deus no Antigo Testamento. Um dos mais belos exemplos bíblicos se encontram registrados no Livro de II Samuel 1:12 quando o rei Saul e seu filho Jônatas foram mortos, houve choro e jejum. Outros exemplos a serem observados encontram-se nos livros de: Jeremias 36:9 - Joel 1:14

2- Quando Intercedermos por Vidas Aflitas - Mesmo que estivesse sofrendo perseguições e sabendo da intenção de seus algozes malfeitores, Davi rogava por eles para que Deus pudesse abençoa-los. Salmo. 35:13.

3- Durante Uma Crise Pessoal - O rei Davi através da oração e do jejum, buscou a Deus para que a vida de seu filho fruto de um amor criminoso com a mulher de Urias fosse poupada. II Samuel 12:16.

4- Quando Precisarmos de Direção ou Orientação Especifica - No Livro de Esdras Capítulo 8:21 a 23, encontramos este homem de Deus, solicitando ajuda e orientação, para fazer uma viagem muito perigosa. Não se recomenda falar em confiança na providência divina, e depois, quando no aperto, apelar para débil força humana, Asa rei de Judá é um exemplo a ser imitado. II Crônicas 14:11 - Salmos 20:7 a 9, o rei Davi nos ensina com a sua própria experiência, na batalha e na guerra. Esdras o exemplo deste tópico, não fora hipócrita, pois, recusou pedir ajuda do exército e recomendou sua viagem ao Senhor Todo-Poderoso, e Ele, honrou a sua fé. Confira nos versículos 31 e 32.

5- Quando há Perigos para Enfrentar - A rainha Ester pediu a seu tio-pai, Mardoqueu, que jejuasse e que pusesse o seu povo em jejum num período de três dias, para que fosse bem sucedida num pedido que ela faria ao rei Assuero por sua vida e a de seu povo, obtendo grande vitória. Ester 4:16.

6- Quando um Líder Espiritual pede para Jejuarmos - Esdras pediu ao povo para jejuar em prol de sua jornada. Esdras, 8:21. O mesmo fez Ester, 4:16 e o rei Josafá,
II Crônicas 20:3

7- Quando Almejarmos a Salvação da Cidade ou do País - Homens, mulheres, crianças, anciões e até os animais, tiveram que jejuar a pedido do rei ninivita, para que a cidade de Nínive fosse poupada, Deus atendeu e honrou a humilhação que os ninivitas demonstraram na Sua presença. Jonas 3:1 a 10.

AS QUATRO CARACTERÍSTICAS DO¬ JEJUM:

Existem Quatro tipos de jejum, a saber:

1- JEJUM VOLUNTÁRIO ou ESPIRITUAL
2- .JEJUM PARCIAL.
3- JEJUM INVOLUNTÁRIO ou FÍSICO e EMOCIONAL.
4- JEJUM EXTRAORDINÁRIO

VAMOS CONHECER SUAS PARTICULARIDADES:

1- Jejum Voluntário ou Espiritual - É aquele que você se abstém de alimento sólido ou líquido por alguma causa, na busca do socorro divino para sua vida ou de outrem.
A primeira vez que se lê sobre este assunto nas Escrituras, fala da procura do perdão de Deus, aos atos pecaminosos do povo de Israel. I Samuel 7:6. Neste mesmo livro encontramos outro personagem muito concedido buscando a resposta de Deus para a sua oração que fazia em prol de seu filho (fruto de seu amor criminoso com a mulher de Urias, tendo ele um resultado não satisfatório. II Samuel 12:16 a 22).
Vemos outros maravilhosos exemplos deste jejum, nos livros: Esdras 8:21 — Neemias 9:1 - Daniel 6:18 e 9: 3. Todos eles tiveram propósitos bem definidos.
Este aspecto de jejum, também considerado espiritual é mais importante, não pelo fato de espiritualizar o ato em si, mas de apenas, haver uma função na prática.
Uma definição bem salutar, para compreendermos o valor do jejum, está na epístola de Tiago 2:14 a 20, que expressa o valor da fé relacionada às obras, e assim, como um precisa estar ligado a o outro, assim também, o jejum deve estar ligado a fé para poder produzir um excelente resultado, isto significa, que somente ficar sem comer e beber, não representa nada diante de Deus. Hebreus 11:6. Como podemos observar o jejum feito por qualquer pessoa que não acredita, trará para a mesma ausência de resultado.

2- Jejum Parcial, que é realizado em casos especiais, fazendo que tal sacrifício seja minimizado. Este tipo de jejum define as qualidades e a quantidade de alimentos a serem ingeridos, ou mesmo, a soma de dias para a prática do mesmo. Na verdade você deixa de se alimentar e de beber daquilo que mais gosta, durante um determinado tempo, pois, o que mais importa, é a determinação e o objetivo a ser alcançado pelos que praticam esta forma de jejum. Na Bíblia encontramos um exemplo mais próximo desta matéria, no Livro de Daniel 1:8 a 12. Que pediu ao chefe dos eunucos do rei de Babilônia que comessem só legumes, durante dez dias, achando este graça aos seus olhos, alcançou seu intento, estando mais belo e formoso à vista dos que se alimentarem com toda sorte de alimentos das iguarias do rei.

3- Jejum involuntário ou Físico e Emocional - Este tipo de jejum e ocasionado por acontecimentos que nos tiram o apetite ou causas que nos forçam a tal sacrifício, sem com isto estar se desejando fazer ou praticar o jejum.
Exemplo: Uma pessoa que vai tirar sangue para fazer exames clínicos, outros, quando é determinado a tal sacrifício para tirar chapas renais, também àqueles que passarão por uma intervenção cirúrgica, num período de horas ficam sem ingerir alimentos, para que a operação seja satisfatória e não se encontre no organismo nenhum detrito que possa atrapalhar o sucesso da operação.
Também poderá ser por alguma emoção que seja interligada ao sistema nervoso
causando inibição aos alimentos.
Outro meio pelo qual as pessoas deixam de se alimentarem é quando elas estão em estado febril, gripado ou com dengue, não conseguem ingerir alimentos sólidos introduzindo ao organismo somente água, dando a tal procedimento o chamado jejum parcial, pode ou não ser por uma causa desejada. Outro desse jejum é quando a pessoa não tem mesmo o que comer, isto é, passa por privações alimentares, Filipenses 4:11 a 13 - II Coríntios 11:26 e 27.

4- Jejum Extraordinário - A Bíblia nos mostra vários exemplos deste tipo de jejum, tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento:

ANTIGO TESTAMENTO - que fala de dois personagens que foram por certos preparados pelo Espírito Santo, para suportarem um período tão longo. São eles: Moisés e Elias, os mais conhecidos. Entre outros destacamos: Daniel, Ester e Mardoqueu.

NOVO TESTAMENTO - Encontramos Jesus e os apóstolos, jejuando por um período longo.

Jejum Extraordinário: é aquele que você faz indo além do seu próprio limite, isto é, você ficar sem come e sem beber durante um espaço de horas e somente dedicar aquele tempo a sós com Deus.

QUANTO TEMPO DURA O JEJUM?

A duração do jejum irá depender da orientação que o Espírito Santo nos der. Porque a Palavra de Deus não determina qual é a duração ou o espaço de horas para se fazer jejum. Isto dependerá das condições dos irmãos, pois como sabemos, há muitos que praticam o jejum enquanto estão ocupados em suas atividades seculares, ou mesmo, se encontram impossibilitados de fazê-lo a sóis com Deus, mas, isto não é verdade, visto que o verdadeiro jejum, deve ser feito a sóis com Deus. Esta é a melhor opção para aqueles que querem fazer um jejum conforme o coração de Deus.
É bom salientar que e muito mais edificante e eficaz quando você separa um determinado período sem se ocupar em outra atividade, a não ser para estar envolvido na presença de Deus, fazendo com que nosso tempo seja somente para dar a Deus a atenção devida e a honra merecida.
Observemos a duração do jejum de alguns personagens do Antigo Testamento:

a) - Moisés - Que buscou orientação para poder conduzir o povo que estava sob sua custódia. Fazendo o mesmo jejum de quarenta dias ou 960 (novecentos e sessenta horas). Deuteronômio 9:18.

b) - Elias - Durante uma crise pessoal jejuou quarenta dias ou 960 (novecentos e sessenta horas), I Reis 19:8.

c) - Daniel - Que jejuou três semanas ou 504 (quinhentos e quatro horas), para que Deus lhe desse discernimento de uma visão.

d) - Ester - No período em que Hamã buscava a morte de seu povo judeu por intermédio da forca. Ela, seu tio Mardoqueu, suas aias e todo seu povo jejuaram três dias ou 72 (setenta e duas horas), para terem vitórias na palavra do rei a ela. Ester 4:16.
Vejamos alguns personagens do Novo Testamento, são eles:

a)- Jesus Cristo - Jejuou quarenta dias ou 960 (novecentos e sessenta horas), antes de iniciar o seu Ministério terreno, sendo tentado duramente por Satanás no deserto, Mateus 4:1 a 11.

b)- Os Apóstolos - Jejuaram quatorze dias ou 326 (trezentas e vinte e seis horas), para poderem enfrentar uma viagem perigosa.
Observemos como esses personagens fizeram este tipo de jejum a sóis com Deus, numa fase difícil de suas vidas. Outro detalhe é que eles o fizeram com objetivos e propósitos bem definidos encontrando resultados satisfatórios, pelo sacrifício desempenhado, no poder do Espírito Santo.
Observação:
Não se contavam as horas naquela época como se conta as horas hoje.
Não se faz jejum enquanto estamos dormindo, visto que o sono, alimenta, e, enquanto estamos dormindo, estamos como que anestesiados, e quem jejua, tem que estar em sã consciência.

QUEM JEJUA DEVE:

1. Ter um (1) propósito definido - É um jejum para cada problema. Ester 4:16.
2. Realizá-lo com critério. Fazer uma analise das condições e da própria capacidade, para ver se pode ou não praticar o jejum. Atos 14:23.
3. Não comentar com ninguém. É imprescindível que os irmãos tenham a capacidade de manter em segredo este projeto; consagrar-se ao Senhor por intermédio do jejum.
em comunhão com o Senhor Deus, Mateus 6:17.Observação: Caso o cristão combine com o outro de fazerem jejum, ambos terão que manter segredo entre si, não revelando aos demais que estarão fazendo jejum, orando

4. Não se envolver com outras atividades. II Crônicas 20:3 a 9 - Jeremias 36:6 - Mateus 6:17 e 18.

ENQUANTO JEJUAMOS DEVEMOS:

1. Confessar nossos pecados. Neemias 9:1 e 2.
2. Orar. Daniel 9:3.
3. Ler e Meditar na Palavra de Deus. Jeremias 36:6
4. Mostrar boa aparência. Mateus 6:1.
5. Coração deve estar em atitude humilde. Lucas 18:12 - Salmo 35:13 - 69:10.

O JEJUM QUE DEUS NÃO RECEBE:

1. Aquele que é realizado para prática do mal. Isaías 58:3 e 4.
2. Daqueles que se desviam não se firmando em seus desígnios. Jeremias 14:10 a 12.
3. Dos que praticam injustiças, não amando seus irmãos. Zacarias 7:5 e 9 a 13.
4. Daquele que o faz para se exibir. Lucas 18:12.

OS BENEFÍCIOS DO JEJUM E SEUS VALORES:

1- Nosso poder na oração é aumentado. Mateus 17:21.
2- Não satisfaz à vontade da carne, Gálatas 5:16.
3- O espírito humilde é renovado. Mateus 5:3.
4- As portas celestiais são abertas para Deus dividir conosco Seu grande propósito e Soberana Vontade. Jeremias 33:3.
5- Você terá mais chance de ajudar a quem precisa. Romanos 15:1 - Isaías 41:6.
6- Você pregará o evangelho com mais impacto e poder. Atos 4:33.
7- Você estará se enchendo do Espírito Santo. Efésios 5:18.


É IMPORTANTE VOCÊ SABER:

Cientificamente, é impossível que o ser humano suporte tão longo período sem comer e beber. De fato! Porém, acima destas teorias está o Espírito Santo, que é o preparador do cristão, para que o mesmo suporte jejuar em soma de dias. Ninguém irá fazer jejum tão longo se não estiver preparado espiritualmente, pois, se for basear em sua própria forca verá que não poderá fazê-lo.
De acordo com pesquisa médica feita com o Prof. Dr. Euris Maya Dalallana da Universidade Pedro Ernesto da cidade do Rio de Janeiro, quando uma pessoa deixa de se alimentar por um determinado tempo, o corpo elimina uma quantidade enorme de toxinas acumuladas na gordura. E devido ao jejum, a circulação sanguínea não se concentrando no estômago, irá irrigar melhor o cérebro, fazendo que ative melhor a faculdade mental.
Na mesma pesquisa o mesmo nos falou que existem pessoas que não podem jejuar, são elas:

1- Os que sofrem de distúrbios nervosos.
2- Os diabéticos
3- Os que apresentam distúrbios digestivos.
4- As mulheres quando grávidas.


OBSERVAÇÃO:


Existem pessoas que estão ligadas a esses fatores acima relacionados e que jejuam, mas é claro, movido por Deus a fazê-lo, pois o mesmo, tem poder para cura-los destes males.
Não se utilize destas desvantagens se não estiverdes inclusos na lista acima, para que venhas receber as bênçãos do Senhor através do jejum.


CONCLUSÕES FINAIS

Quando jejuarmos deve-se considerar a nossa urgência do problema e também nossa incapacidade física, para que em espírito de oração e adoração, determinemos qual será a duração do jejum. Isto para que nosso sacrifício seja para louvar a Deus e não para nos prejudicar num ato tão penoso e desorientado, que só trará sérios danos ao nosso físico, ou seja, à nossa saúde.

O JEJUM é na verdade uma das virtudes mais excelentes, que translada as bênçãos da mão de Deus, para as nossas vidas.
O JEJUM faz você alcançar um grau mais profundo, na intimidade com Deus.


Pr. Gilvan M. Farias.

Bibliografia:


ALMEIDA, João Ferreira - Bíblia Sagrada - Edição Revista e Corrigida - Brasília - DF. Editora Sociedade Bíblica do Brasil. 1969.



BOYER, Orlando S. - Pequena Enciclopédia Bíblica - São Paulo –SP. Editora Vida 27ª Impressão. 1999.



RYRIE, Charles Caldwell, Th. D., pH. D. -A Bíblia Anotada - Versão Almeida, Revista e Atualizada, São Paulo - SP. Sociedade Bíblica do Brasil. 1969.



SHELD, Russell P. - Bíblia Vida Nova - Traduzida por: ALMEIDA, João Ferreira de - Edição Vida Nova Revista e Atualizada - São Paulo-SP. Editoras: Sociedade Religiosa - Edições Vida Nova S/R e Sociedade Bíblica do Brasil.



DAVIS, Jonh D. - Dicionário da Bíblia - Traduzido por: BRAGA, Rev. J. R. Carvalho - 10ª Edição - Rio de Janeiro – RJ. Editora: JUERP.



McNAIR, S. E. - A Bíblia Explicada - 14ª Edição - Rio de Janeiro – RJ. CPAD (Casa Publicadora das Assembléias de Deus). 1999.



STAMPS, Donald C. - Bíblia de Estudo Pentecostal - Traduzida por ALMEIDA, João Ferreira de - Edição Revista e Corrigida. Editora: CPAD (Casa Publicadora das Assembléias de Deus). 1995.

6 Response to "JEJUM - O Melhor Momento da Intimidade com Deus"

  1. P.C.A says:

    Graça e Paz, parabéns pelo belíssimo trabalho de divulgação e propagação do evangelho, que Deus continue vos guardando debaixo de suas mãos e lhe mostre quão grande é a ceara para os poucos ceifeiros dos quais você é um. Leiberson Menezes.

    tony says:

    pastor gilvan? fez parte e faz da minha historia.
    lembro me do dia em que eu estava enternado em estad de coma, e só vi o sr naquele dia... e apoz a sua visita comecei a lembrar ate de meus pais, lembra? que DEUS continue abençoando seu ministerio querido. um abraço e a paz.

    tony says:

    daltoneteixeira@hotmail.com

    Rosimeire says:

    tiu gilvamvoce esta fasendo um belisimo trabalho e asim mesmo levando a palavra de Deus aos quatro canto deste mundo a gente nao pode esquese de Deus nunca nem um segundo parabenns pelo belisimo trabalho a graça e a paz 05 de outubro de 20010as 6:30 da manha

    aoc says:

    11 de outubro de 2010 as hs 07:21

    A paz do Senhor meu amado pastor Gilvam !Parabéns por esse trabalho maravilhoso q o Senhor colocou em suas mãos,está uma benção realmente.Todos nós temos uma missão de estar falando,divulgando e mostrando a palavra do nosso Deus não é mesmo?Que O nosso Deus continue te usando como a vontade dele,e q muitas vidas sejam alcançadas atravez do seu trabalho abençoado q está sendo benção para nossas vidas...q a paz do Senhor esteja sempre consigo em toda a sua caminhada amém !!!Um grande abraço da sua irmã em Cristo Jesus!

    CAU says:

    Obrigada pelo texto. Deus o abençoe sempre.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.
Powered by Blogger